14 de setembro de 2011

As florzinhas de São Francisco Capítulo 12

Como São Francisco colocou Frei Masseo no ofício da porta, da esmola e da cozinha; depois, a pedido dos outros frades, o tirou. 

São Francisco, querendo humilhar Frei Masseo, para que não se levantasse em vanglória pelos muitos dons e graças que Deus lhe dava, mas em virtude da humildade crescesse com eles de virtude em virtude, uma vez em que ele morava em um lugar solitário com aqueles seus primeiros companheiros verdadeiramente santos, , um dos quais era Frei Masseo, disse um dia a Frei Masseo diante de todos os companheiros: “Ó Frei Masseo, todos estes teus companheiros têm a graça da contemplação e da oração; mas tu tens a graça da pregação da palavra de Deus para satisfazer o povo. Por isso eu quero, para que eles possam dedicar-se à contemplação, que tu te encarregues do ofício da porta, da esmola e da cozinha; e quando os outros frades estiverem comendo, tu comerás fora da porta do lugar, de modo que aqueles que vierem ao lugar, antes de baterem, sejam por ti satisfeitos com alguma boa palavra de Deus, de modo que ninguém precise sair a não ser tu. E farás isso pelo mérito da santa obediência”. Então Frei Masseo puxou o capuz e inclinou a cabeça, e humildemente recebeu e executou essa obediência por muitos dias, fazendo o ofício da porta, da esmola e da cozinha. 

Os companheiros, por serem homens iluminados por Deus, começaram a sentir em seus corações grande remorso por causa disso, considerando que Frei Masseo era um homem de grande perfeição, como eles ou mais, e sobre ele fora posto todo o peso do lugar, e não sobre eles. Por isso eles se moveram todos por um só querer e foram pedir ao pai santo que lhe aprouvesse distribuir entre eles os ofícios, pois de nenhum modo suas consciências podiam suportar que Frei Masseo agüentasse tantas fadigas. Ouvindo isso, São Francisco cedeu aos seus conselhos e consentiu com a sua vontade. Chamando Frei Masseo, disse-lhe: “Frei Masseo, os teus companheiros querem partilhar os ofícios que te dei; e então eu quero que esses ofícios sejam divididos”. Disse Frei Masseo com grande humildade e paciência: “Pai, o que me impões, tudo ou uma parte, eu o tenho feito por Deus”. Então São Francisco vendo a caridade dos outros e a humildade de Frei Masseo, fez-lhes uma pregação maravilhosa e grande sobre a santíssima humildade, ensinando-lhes que quanto maiores os dons e graças que Deus nos dá, tanto mais devemos ser humildes; pois sem humildade nenhuma virtude é aceitável para Deus. E feita a pregação, distribuiu os ofícios com grandíssima caridade. 

Para louvor de Jesus Cristo e do pobrezinho Francisco. 

0 comentários: