5 de maio de 2012

Padre Rufus reza pelo Brasil dias antes de sua morte

No último sábado, 28, quatro dias antes de sua mortepadre Rufus Pereira recebeu a visita da Irmã Kelly Patrícia, do Instituto Hesed. A religiosa e outras irmãs do Instituto estiveram em Londres, na Inglaterra, para participar de uma missão evangelizadora e aproveitaram a oportunidade para encontrar o sacerdote que estava no país.

Em entrevista ao Canção Nova Notícias, Irmã Kelly fala sobre sua experiência com padre Rufus na ocasião. O encontro foi marcado pela celebração de uma Missa. "Nós chegamos um pouco atrasadas, porque nos perdemos, mas quando chegamos lá ele nos acolheu com muita alegria e muita felicidade e logo preparou tudo, fez um altarzinho muito singelo para iniciar a Santa Missa e celebrou para nós. Foi um momento de profunda experiência de Deus", recorda.

A religiosa conta que na Santa Missa "ele rezou muito pelo nosso Brasil" e, dias depois, ao saber de seu falecimento elas entenderam que talvez aquela oração tenha sido a última que ele rezou por essa intenção, ainda aqui na terra.

Irmã Kelly Patrícia disse também que durante a homilia, ele recordou um fato ocorrido nos inícios de sua vida sacerdotal. "Uma pessoa que ele conhecia estava perdendo a fé, não acreditava mais na Santíssima Eucaristia, e ele quis conversar com essa pessoa para tentar convencê-la do contrário. Ele saiu de lá muito triste porque não conseguiu convencê-la. Então depois que ele fez a experiência profunda com o Espírito Santo na Renovação Carismática Católica ele compreendeu que só o Espírito Santo pode fazer a obra", conta a religiosa.

Essa experiência ele transmitia a todos. Irmã Kelly lembra que ele costumava dizer "com o Espírito Santo as coisas acontecem". 

Padre Rufus rezou também pelo Instituto Hesed, agradecendo por sua missão evangelizadora no Brasil e depois rezou por cada uma das religiosas que estavam ali. Irmã Kelly recorda ainda que, após a Missa, ele fez questão de oferecer chá a elas

“O que padre Rufus nos deixa é esse exemplo vivo da vivência do Evangelho… Ele deixa uma estrada de luz para todos nós de que é possível viver o evangelho”, ressalta. 



0 comentários: